Miúdos ou Alunos?


No outro dia dei-me conta que eu digo muito mais vezes “miúdos” do que alunos.

Gosto da palavra e achava que era só por isso que a usava.


Na sexta-feira estava eu num webinar organizado por uma Agrupamento de Escolas em V. N. Gaia (um webinar com mais de 100 pessoas a assistir!! Ao final do dia!! ... já disse que era sexta-feira?!) e usei outra vez a palavra miúdos. Mas desta vez soou diferente...


Desta vez estávamos a discutir esta ideia que eu tinha retirado de um livro de Sir Ken Robinson - “O curriculum académico convencional está quase na sua totalidade focado no mundo exterior e presta pouca atenção ao mundo interior.”

E perguntava-lhes – "O que é que já fazem e podem vir a fazer para criar mais oportunidades em que os miúdos podem dar atenção ao seu mundo interior?"


Começaram então a falar de um projeto da escola – A Assembleia de Turma. Pelo que pude perceber, é um espaço criado propositadamente pela Direção da Escola. Um tempo letivo gerido pela Direção de Turma em que os alunos podem falar sobre si, sobre o que os preocupa, podem desenhar e implementar projetos, podem funcionar como um grupo.


Um tempo em que podem ser miúdos e não alunos.

Quanto tempo estamos então afinal a deixar que os miúdos sejam miúdos?

Porque ser aluno é apenas um papel. Não é uma identidade.



Photo by note thanun on Unsplash