Celebrar.

- Espetacular!!! E como fazes para celebrar tudo isso?

- Como assim?

- Quando essas coisas todas boas acontecem. Como é que festejas?

- Não festejo! Às vezes conto a algumas pessoas, mas não gosto muito de falar disso.

Este pedaço de conversa aconteceu recentemente com uma menina maravilhosa de 12 anos. Está no 7º ano. Tem 8 disciplinas, “daquelas que é preciso estudar”. Depois das aulas na escola, ainda vai aprender a nadar, a tocar piano, e falar e escrever inglês e a dançar. As notas dela são quase sempre acima de 90%. O objetivo dela é que sejam SEMPRE.

Ao fim-de-semana ajuda a mãe a “tirar o pó” aos móveis. Arruma e toma conta do seu quarto e da sua roupa. Às vezes ajuda a fazer o jantar.

Quando lhe disse como eu achava extraordinário tudo o que ela consegue fazer e como me parecia rara e admirável a curiosidade dela em saber mais, em aprender e em fazer melhor – ela respondeu: “Sei lá! Nunca ninguém me tinha dito nada disso!”.

De acordo com a Infopedia, Celebrar é um verbo transitivo que significa:

1. realizar com solenidade 2. comemorar (data ou acontecimento) através de festa ou cerimónia 3. efetivar (acordo ou contrato) 4. exaltar publicamente os méritos de


Continuámos então a conversa sobre porque é que seria importante parar para festejar. Porque é que seria importante dizer aos outros como são importantes para nós e também saber porque é que somos importantes para eles.

No final, tinha uma folha de papel onde apontou as suas pessoas principais. A lista incluía os seus gatos. Pensar em tudo o que essas pessoas lhe tinham ensinado e porque é que eram importantes não foi uma tarefa fácil ... de começar.

Depois de começar, a caneta rolava sozinha e as lágrimas espreitavam, felizes.


Photo by William Montout on Unsplash

© 2019 Isabel Lage & Ana Sá | Proudly created with Wix.com